top of page
  • Foto do escritorRev. Luiz Henrique

Guarda as minhas palavras

Atualizado: 6 de mai. de 2023

Filho meu, guarda as minhas palavras e conserva dentro de ti os meus mandamentos. 2 Guarda os meus mandamentos e vive; e a minha lei, como a menina dos teus olhos - Provérbios 7.1-2.

A Palavra de Deus é muito preciosa para ser ouvida e abandonada. É muito solene para ser lida e esquecida. É muito útil para ser examinada e desprezada. Salomão nos aconselha a guardar a Palavra de Deus e conservar dentro de nós os mandamentos. Depois de concluí que tudo na vida é vaidade, Salomão reconhece a preciosidade e necessidade da Palavra de Deus para a vida.

Ele faz algumas recomendações para nós, filhos de Deus Pai. Vejamos:

  1. Devemos guardar a melhor coisa: as Palavras/mandamentos;

  2. Devemos manter/conservar no melhor lugar: no coração (dentro de ti);

  3. Devemos fazer isso com o melhor propósito: não pecar contra Deus/viver.

  4. Devemos fazer isso com a melhor proteção: como a menina dos teus olhos.

A lei de Deus não é uma prisão, mas a chave da liberdade. Quando guardamos os mandamentos que emanam da lei de Deus, desfrutamos de vida plena. A lei de Deus deve ser valorizada como a menina dos nossos olhos. A menina dos olhos é a parte mais sensível da visão: pálpebra. Nós a protegemos instintivamente, celeremente, constantemente.


O comentarista Bruce K. Waltke, vai dizer que “Esse membro extremamente delicado e, ao mesmo tempo, extremamente precioso da anatomia humana é essencial para a iluminação e orientação”[1]. Quando guardamos a Palavra, ela nos guarda. Quando a escondemos no coração, ela nos livra de tropeços. Quando a colocamos em prática, ela nos conduz em triunfo[2]. É por essa razão que o autor aos hebreus vai dizer que ela é “...é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração” – Hb 4:12.


Portanto, ame a Palavra de seu Deus (Sl 119:97). Medita nela de dia e de noite (Sl 1:2). Faça dela o seu manual de vida (Sl 119:105). Faça dela a sua fonte de Vida (Fp 2:16). Creia nesta Palavra, pois ela testifica daquele que é a o Autor da vida (Jo 5:39). Testemunhe das verdades desta Palavra (Mt 28:19-20; At 1:8); e, por fim, mantenha-se firme no Senhor (1Co 15:58), Ele é a nossa Esperança e Rocha eterna (Is 26:4). Amém!


 

[1] Bruce K. Waltke, Provérbios, vol. 1, Comentários do Antigo Testamento (São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã, 2011), 467. [2] Hernandes Dias Lopes, Provérbios: Manual de Sabedoria para a Vida. Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2016), 127–128.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page