top of page
  • Foto do escritorRev. Luiz Henrique

Os dias da tua mocidade

Atualizado: 8 de mai. de 2023

Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer - Eclesiastes 12.1.

Ao concluir o seu tratado sobre como a vida deve ser desfrutada, de acordo com o plano de Deus para ela, Salomão roga a homens e mulheres que evitem tristezas e infortúnios futuros, ao decidirem “lembrar-se” de seu Criador em sua mocidade.

Ele faz algumas recomendações para que possamos viver bem nossos dias. Vejamos:


I. Lembra-te do teu Criador


PHILIP RYKEN vai dizer que “Lembrar-se de Deus significa viver toda a nossa vida para Ele. Significa lembrar-se de Deus em todas as circunstâncias – incluí-lo em todos os nossos planos, louvá-lo por todas as suas bênçãos e orar em todos os momentos difíceis”[1].

Foi Ele quem nos fez e nos conhece bem. Ele é o bom Pastor que conhece as suas ovelhas. Lembrar-se de Deus implica prévio conhecimento e intimidade com o nosso Criador.


II. Lembre-se dele nos dias da tua mocidade


Aqui o autor dar ênfase ao vigor de nossa vida. Existe um momento na vida em que desfrutamos do melhor de nós. Fazemos grandes descobertas, participamos de grandes projetos, vivemos no melhor dos dias da vida: a mocidade. Mas Salomão vai dizer que é nesta época que você deve lembrar-se de seu Criador, pois também virão tentações e seduções que procurarão te afastar dele; elas virão para destruir a criação de Deus feita a sua imagem e semelhança: você! Por isso, desfrute com alegria os dias de tua mocidade, mas lembre-se de seu Criador.


III. Faça isso antes que venham maus dias


Salomão também aconselha que você se lembre de seu criador antes que venham maus dias, e eles virão! Aqui ‘maus dias’ significa aqueles momentos em que a mocidade começará a fazer falta. Um comentarista vai dizer que “Maus dias virão, em que a força do corpo e as capacidades mentais começarão a declinar e, consequentemente, o rendimento e o potencial de serviço ao Deus vivo diminuirá significativamente”[2]. Nestes dias, você não poderá fazer muita coisa, a não ser: se lembrar dos dias da tua mocidade. É na juventude que você poderá fazer muita coisa para glória de seu Senhor. Quando chegar a velhice, você também glorificará a Deus com sua vida, mas o ritmo será outro. Portanto, lembre-se de teu Criador, antes que venham os maus dias.


IV. Saiba que chegará os anos em que você dirá: Não tenho neles prazer


Aqui temos outra realidade importante que o autor sagrado nos lembra: o começo do fim de nossos dias.

Nos dias da nossa mocidade trabalhamos, corremos, nos alegramos e desfrutamos de bons momentos no e para o SENHOR. PHILIP RYKEN também vai dizer que “O melhor momento na vida para fazer isso é quando ainda somos jovens o bastante para entregar toda a vida ao serviço de Deus. Não espere até estar tão velho que não terá mais desejo de fazer qualquer coisa porque a vida já perdeu todo o seu prazer”[3].


Conclusão


Portanto, dedique sua vida a Deus agora, enquanto ainda tiver a paixão suficiente para fazer alguma diferença no mundo. Lembre-se de Deus quando estiver em casa ou na escola. Lembre-se dele quando estiver ao ar livre ou dentro de casa, na cozinha ou no quarto. Lembre-se dele quando estiver trabalhando ou praticando um esporte. Não se esqueça de Deus, mas lembre-se dele em tudo que fizer. Siga o exemplo de Jesus Cristo que dedicou os seus dias para fazer cumprir a vontade do SENHOR.


 

[1] Philip Graham Ryken. Estudos Bíblicos Expositivos em Eclesiastes. (São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2017), 299. [2] Walter C. Kaiser Jr. Eclesiastes: Comentários do Antigo Testamento (São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã, 2015), 155. [3] Philip Graham Ryken. Estudos Bíblicos Expositivos em Eclesiastes. (São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2017), 299.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page