top of page
  • Foto do escritorRev. Luiz Henrique

INTERESSANTE OBSERVAR, n°5.

Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João e os levou, em particular, a sós, a um alto monte. E Jesus foi transfigurado diante deles. As suas roupas se tornaram resplandecentes, de um branco muito intenso, como nenhum lavandeiro no mundo as poderia alvejar. Marcos 9:2‭-‬3 NAA https://bible.com/bible/1840/mrk.9.2-3.NAA Esse é o texto que registra, talvez, o momento mais brilhante e sublime da pessoa de Jesus aos seus discípulos. Ver Jesus operar milagres, curas e tantas outras coisas nunca antes vistas na história é maravilhoso e edificador; porém, ver a face de Jesus como de fato é (em seu esplendor e glória), é ainda mais surpreendente. Os discípulos tiveram a oportunidade de serem testemunhas de grandes feitos de Jesus em demonstração de sua divindade e poder. Em vários momentos eles puderam testemunhar os milagres, curas, autoridade e poder sobre demônios, fenômenos da natureza e diante das autoridades religiosas. Que privilégio! O que me chama atenção nesta passagem é o fato de Jesus levar consigo alguns de seus discípulos para um monte e ali se mostrar de maneira glorificada, embora apenas um pequeno vislumbre de sua glória. É interessante observar que Jesus não fez isso diante da multidão, muito menos dos escribas e fariseus. Sua demonstração de glória e majestade foi apenas para os seus discípulos. Aqui eu aprendo que, de fato, Deus se revela em glória, majestade e poder apenas para o seu povo. Grande parte dos milagres e curas de Jesus dizia respeito à manifestação de poder e majestade dele para conhecimento de seus discípulos. O apóstolo João começa seu evangelho falando do Verbo que se fez carne e habitou entre nós. Um Deus que veio até nós para uma missão em prol do seu povo (João 1). Os discípulos, embora um pouco assombrados com essa manifestação de Jesus, puderam se alegrar pelo grande privilégio ao ponto de dizer: "Mestre, bom é estarmos aqui..."; mas, sua admiração não foi central na pessoa de Jesus; eles também olharam com admiração para Moisés e Elias. Não tiro a importância e valor desses homens que contribuíram de maneira brilhante para a vinda de Cristo. Eles foram instrumentos em favor do Reino de Deus; a obra dizia respeito d'Aquele que era, que é e há de vir. O que tinha de mais valor e importância naquele momento no monte é a confirmação e manifestação de Jesus Cristo, o Filho de Deus. Ele estava sendo honrado por Elias e Moisés naquele momento. O próprio Deus-o Pai, manifesta seu prazer e satisfação em Seu Filho. Ele diz: "...Este é o meu Filho amado...". Que momento grandioso! Que graça maravilhosa! Pena que não aproveitaram como deveriam. Como discípulos de Jesus precisamos estar atentos em cada momento de nossa vida, pois estamos a serviço do Rei dos reis e Senhor dos senhores. Precisamos honrar os momentos com Jesus em nossas devocionais; precisamos aprender a contemplar a quem de fato merece glória, majestade e louvor. Olhemos para Aquele que é eterno e soberano; ouvir e adora-lo é essencial!
0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Fé inabalável | Salmo 125

O propósito deste salmo é, especificamente, apontar em que lugar aqueles que são fiéis ao seu Senhor, se encontram. Segundo o salmista, e...

Fiquem firmes | Efésios 6.14

Nesta passagem há um chamado importante para que venhamos nos vestir de toda a armadura de Deus; e o propósito disto não é apenas para no...

Sejam fortalecidos | Efésios 6.10

Tão certo como foi a nossa Queda em Adão, assim é a nossa restauração em Cristo Jesus. Ao escrever aos efésios, Paulo diz que tudo foi fe...

Komentáře


bottom of page